terça-feira, 9 de julho de 2013

Com Autuori livre, São Paulo busca acerto rápido para amenizar crise.

Preocupada com péssimo momento, protestos da torcida e decisões nos próximos dias, diretoria espera negociação rápida com ex-técnico do Vasco.



Entrevistão Paulo Autuori (Foto: Alexandre Lozetti)Paulo Autuori (Foto: Alexandre Lozetti)
saída de Paulo Autuori do Vasco abriu caminho para o São Paulo negociar com seu técnico preferido para assumir a equipe, cujo cargo está vago desde a demissão de Ney Franco, na última sexta-feira. A diretoria sabia que a possibilidade de Autuori deixar o clube carioca era grande, em razão do não cumprimento do prazo para acertar o pagamento de salários atrasados, e definiu no fim de semana que ele seria o alvo, caso realmente ficasse livre.
Agora, o Tricolor corre contra o tempo. Autuori foi receptivo ao interesse. Citou, inclusive, as outras duas vezes em que o clube paulista tentou contratá-lo, mas não conseguiu se liberar do Al-Rayyan, do Qatar. Os dirigentes são-paulinos estão preocupados com o péssimo momento da equipe, derrotada por Corinthians e Santos, em jogos da Recopa e do Campenato Brasileiro, respectivamente.
A pressão da torcida também é cada vez maior. No último domingo, ela protestou, em pequeno número, contra Juvenal em frente ao portão principal do estádio do Morumbi, e voltou a pedir por Muricy Ramalho nas arquibancadas. O treinador, porém, nem sequer foi procurado até o momento.
Além disso, no próximo dia 17, haverá a segunda partida contra o Corinthians, pela competição sul-americana. Uma vitória simples do São Paulo leva a decisão para a prorrogação. A diretoria quer que o novo técnico, no caso Autuori, comece a trabalhar o mais rapidamente possível, já que detecta total desânimo no grupo, e grande deficiência tática.

O problema é que o técnico, campeão da Libertadores e do Mundial pelo Tricolor em 2005, se desligou na manhã desta terça-feira do Vasco, e só pretende definir os próximos passos depois que resolver todas as questões burocráticas. A reação de jogadores e funcionários em sua despedida mexeu com ele.
O São Paulo enfrenta o Bahia nesta quarta-feira, no Morumbi, em jogo antecipado da 11ª rodada do Brasileirão. Nessa época, a equipe vai disputar torneios na Alemanha, Portugal e Japão. Como ainda não houve acerto com um técnico definitivo, Milton Cruz, que comanda o treino desta terça no CT da Barra Funda, será mantido para essa partida.
A intenção dos dirigentes é que o próximo comandante assista ao jogo no Morumbi, e comece a trabalhar na quinta-feira, após sua apresentação. Para isso, o acerto tem de ser rápido.

Nenhum comentário:

Postar um comentário