quinta-feira, 4 de julho de 2013

Paulo Miranda

São Paulo vende Paulo Miranda para o Olympique por R$ 13 milhões.

Zagueiro viaja na próxima semana para assinar contrato por quatro anos com o atual vice-campeão francês. Tricolor ficará com 20% do valor total.


 


Paulo Miranda zagueiro São Paulo (Foto: Site Oficial / São Paulo FC)Paulo Miranda se recupera de fratura na mão
(Foto: Site Oficial / São Paulo FC)
Paulo Miranda não jogará mais pelo São Paulo. O zagueiro foi negociado nesta quinta-feira com o Olympique de Marselha, da França, por € 4,5 milhões (cerca de R$ 13,2 milhões). O clube do Morumbi, que possuía apenas 20% dos direitos do atleta, ficará com R$ 2,6 milhões.
Recuperando-se de uma cirurgia na mão esquerda, Paulo Miranda viajará na próxima semana para realizar exames médicos e assinar contrato por quatro temporadas.
Os dirigentes do clube francês estavam observando o defensor desde a Taça Libertadores. Acompanharam alguns jogos no Morumbi e gostaram do que viram. O martelo foi batido nesta semana, depois de o jogador aceitar a proposta salarial.
- Será muito bom para ele. Vai jogar num dos melhores campeonatos do mundo, defendendo um time estruturado, que é o atual vice-campeão francês. Ele é novo, apenas 24 anos, e um futuro enorme pela frente - afirmou o empresário do atleta, Bruno Balsinelli.
- Estou feliz, pois será uma grande oportunidade para minha carreira. Deixo grandes amigos aqui no São Paulo. Quero agradecer aos meus companheiros, à diretoria e principalmente à torcida tricolor. Minha expectativa é muito boa, espero desempenhar bem meu trabalho lá - disse o jogador, através de sua assessoria de imprensa.
Paulo Miranda chegou ao São Paulo no início de 2012. Titular absoluto com o então técnico Emerson Leão, foi afastado por ordem do presidente Juvenal Juvêncio após falhar na semifinal do Campeonato Paulista do ano passado, contra o Santos. Voltou três jogos depois e, mesmo com a troca no comando, permaneceu sempre jogando. Com Ney Franco, mostrou ser versátil. Passou a atuar como lateral-direito e foi um dos destaques do time que conquistou a Copa Sul-Americana.
Na atual temporada, ele havia perdido a posição para Rafael Toloi. No entanto, voltou após a lesão muscular do companheiro e não saiu mais. Semana passada, durante coletivo no CT de Cotia, trombou com Denilson na lateral direita e sofreu uma fratura na mão esquerda. Operado, volta a jogar em três semanas. No total, disputou 70 partidas pela equipe do Morumbi e marcou dois gols.

Nenhum comentário:

Postar um comentário