sábado, 6 de julho de 2013

Robinho e Santos

Procuradora aguarda resposta por Robinho: 'Só depende do Santos'.

Após encontro com diretoria do Milan, Marisa Alija informou ao Peixe as novas exigências dos italianos e espera posição oficial até terça-feira.


A advogada Marisa Alija, representante de Robinho no Brasil, disse que o jogador e o Milanainda não receberam uma posição oficial do Santos sobre os novos números exigidos para negociação do atacante. Ela aguarda resposta do Peixe até, no máximo, terça-feira, por conta do fechamento da janela de transferências, no próximo dia 15. Segundo ela, o futuro das negociações está nas mãos do Alvinegro.
- Tenho de esperar essa resposta da parte do Santos. Na verdade, estamos todos cautelosos. Já há um tempo o Santos tem esse interesse. O Milan facilitou bastante, a gente também. Mas a vida continua. O Robinho está tocando as coisas dele, vai se reapresentar amanhã (domingo) e trabalha normalmente. Chegou a uma situação que só depende do Santos. Se nós tivermos que partir para uma outra situação, de renovar com o Milan ou até negociar com outro clube, vamos ver - disse Marisa, admitindo que equipes do Brasil e da Europa manifestaram interesse pelo atacante.
Robinho - gravação - Centenário do Santos (Foto: Reproduçã/Instagram)Robinho grava na Vila Belmiro. Torcida o quer outra vez em campo pelo Santos (Foto: Reprodução/Instagram)



















Milan contatou o Santos na última quinta-feira para informar a nova pedida por Robinho. Os italianos aceitam receber € 8 milhões (R$ 23 milhões) - a primeira exigência do clube europeu era de € 10 milhões (cerca de R$ 29 milhões) - pelo ídolo santista. O Rei das Pedaladas também reduziu a quantia salarial desejada. Marisa garante, inclusive, que o atleta não pediu quase R$ 1,3 milhão informados ao Peixe por um representante dos "rossoneri". A quantia anterior assustou a diretoria alvinegra.

A redução nas exigências de Milan e Robinho, no entanto, não torna a negociação mais fácil. Isso porque o Santos ainda vê a pedida do clube italiano como elevada. Vice-presidente do Peixe, Odílio Rodrigues, inclusive, admitiu a operação como sendo "difícil", apesar do novo cenário, mas afirmou que o Alvinegro mantém as tratativas com os italianos.

Robinho está vinculado ao Milan até agosto de 2014. A partir de março, pode assinar um pré-contrato com qualquer clube. Até por isso, como esta é a última janela de transferências na qual os italianos podem arrecadar com a venda do atacante, o Santos ainda acredita que pode reduzir mais as exigências do clube europeu - que pretende usar o dinheiro da negociação do ídolo do Peixe para trazer o meia japonês Keisuke Honda, do CSKA Moscou, da Rússia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário